noticias856 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Política

A hipocrisia da esquerda ambientalista

Sob o silêncio da esquerda, o Brasil bate recorde de desmatamento no segundo mês do governo Lula.

Publicada em 27/02/23 às 08:56h - 952 visualizações

Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a noticia A hipocrisia da esquerda ambientalista  Compartilhar a noticia A hipocrisia da esquerda ambientalista  Compartilhar a noticia A hipocrisia da esquerda ambientalista

Link da Notícia:

A hipocrisia da esquerda ambientalista
 (Foto: Fotomontagem/Fábio Souza Tavares)

Na década de 90, Lula dizia, em debates internacionais, que o Brasil tinha 30 milhões de crianças de rua. Mentia descaradamente, como é do seu feitio e como ele mesmo declarou.

Recém-empossada no Ministério do Meio Ambiente, três décadas depois, a ministra Marina Silva - aquela que aparece de 4 em 4 anos - resolveu imitar o chefe Lula ao dizer em Davos que o Brasil tem hoje 120 milhões de pessoas passando fome - um dado surrealista até para o mais simplório dos analfabetos políticos.

Mas não é só a narrativa famélica mentirosa do patrão que Marina resolveu repetir. De volta ao ambientalismo institucional do petista, depois de quase 20 anos, a ministra enfrenta a repetição de dados lamentáveis e assustadores em relação à Amazônia.

Em 2006, sob o comando presidencial de Lula e o comando ministerial de Marina, o Brasil sofreu o maior processo de queimadas na Amazônia, muito superior, inclusive, às denunciadas à época do governo Bolsonaro onde idiotas úteis de outras partes do mundo, dando eco às mentiras capciosas de uma imprensa e uma oposição corruptas, enxergaram até mesmo girafas nesse bioma brasileiro (E eu, em minha estúpida ignorância de direita, pensava que girafa era uma espécie das savanas e equivalentes).

Eis que agora, nem bem terminado o segundo mês do governo Lula, dados tenebrosos sobre a Amazônia vêm novamente desabar sobre a cabeça da desaparecida ministra. Observação: Não são dados da Revista Oeste, do Jornal da Cidade, de Nova Iguaçu 24 horas ou do Terra Brasil Notícias. São dados oficiais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), um instituto da UNIÃO.

Segundo esse renomado instituto e seus dados oficiais, apenas em relação ao que foi monitorado até 17 de fevereiro, o governo Lula da Silva, com a sua inencontrável Marina Silva, bateu RECORDE EM DESMATAMENTO DA AMAZÔNIA desde que o estudo passou a ser realizado, em 2015, através da plataforma Terra Brasilis que monitora os dados florestais desse bioma.

Só do dia 1 ao dia 17 deste mês, 208,75 km2 de desmatamento amazônico foram registrados, contabilizando já o expressivo número de 375,33 km2 em 2023!!!!! Só o que foi desmatado nesses dias já supera o que foi desmatado em todo o mês de fevereiro nos anos de 2022 (198,67 km2), 2021 (122,8 km2), 2020 (185,73 km2), 2019 (138,08 km2), 2018 (146,32 km2), 2017 (101,23 km2) e 2016 (114,98 km2). Para sorte dos governos anteriores de Lula e Dilma, os estudos da Terra Brasilis ainda não existiam.

Uma pergunta para a esquerda: Onde estão Marina Silva, Greta Thunberg e Leonardo DiCaprio? Viva as girafas da Amazônia!

P. S.: Durante a campanha presidencial de 2022, as críticas às políticas ambientais do governo Bolsonaro ganharam amplo espaço no receituário petista. É uma pena que a HIPOCRISIA, diferentemente de sua irmã gêmea - A MENTIRA - não tenha pernas curtas.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1560948
Usuários Online: 104
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!