Política

Saída de Alckmin divide o PSDB

O ex-governador deve ir para o PSD.

Publicada em 22/08/21 às 08:01h - 99 visualizações

por Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a notícia Saída de Alckmin divide o PSDB  Compartilhar a notícia Saída de Alckmin divide o PSDB  Compartilhar a notícia Saída de Alckmin divide o PSDB

Link da Notícia:

Saída de Alckmin divide o PSDB
Geraldo Alckimin  (Foto: Reprodução)

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pode deixar o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), agremiação à qual é filiado desde 1988. As diferenças com o grupo de João Dória, atual governador paulista e novo chefe da sigla - apesar do presidente nacional ser Bruno Araújo -, acirraram-se com a discussão sobre as eleições de 2022.

Potencial candidato à presidência da República pelo PSDB, Dória é o calo na pretensão de Alckmin em querer ser mais uma vez ser presidenciável. Vendo cada vez mais sua futura candidatura perder espaço dentro do ninho tucano, o veterano deverá deixar logo seu partido de origem e migrar para o Partido Social Democrático (PSD), do seu ex-adversário Gilberto Kassab contra quem disputou a prefeitura de São Paulo em 2008.

Governador de São Paulo por três mandatos, Alckmin foi quem mais tempo esteve à frente do governo do maior estado do Brasil. Sua saída do PSDB para o PSD, afim de assegurar sua candidatura à presidência da República, provocará uma cisão nacional da sigla tucana, pois é provável que a grande maioria dos peessedebistas históricos sigam o ex-governador.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 649468
Usuários Online: 33
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!