noticias813 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Cultura/Entretenimento

Armas antigas revelam requintes de crueldade da mente humana

Arqueólogos descobriram uma espada de três mil anos em um cemitério da Alemanha, na semana passada. Os pesquisadores identificaram que o artigo é da Idade do Bronze.

Publicada em 07/09/23 às 04:16h - 219 visualizações

Flipar


Compartilhe
Compartilhar a noticia Armas antigas revelam requintes de crueldade da mente humana  Compartilhar a noticia Armas antigas revelam requintes de crueldade da mente humana  Compartilhar a noticia Armas antigas revelam requintes de crueldade da mente humana

Link da Notícia:

Armas antigas revelam requintes de crueldade da mente humana
 (Foto: Reprodução/Iconografia da História)

A descoberta de uma espada de 3 mil anos num cemitério da Alemanha chamou atenção para armas que eram usadas em tempos antigos. Veja algumas.


O Zhua (em tradução literal significa garra) era uma espécie de mão de ferro do período imperial da China. Esse artefato era utilizado para arrancar principalmente a pele, mas também em outras partes do corpo das pessoas. (Foto principal)

A atividade poderia ser feita de maneira lenta e dolorosa ou até de forma mais rápida. Caso o soldado chinês tivesse habilidade com a arma, poderia derrubar seus oponentes do cavalo, já que eles ficavam presos nas garras (ou dedos) do Zhua.

Katar (Foto: Saad Akhtar/Wikimedia Commons)

O Katar é oriundo da Índia e tinha o formato de um bracelete contendo lâminas afiadas (normalmente três). A ideia era funcionar como a extensão do braço e tinha os mercenários como seus principais adeptos.

A arma permitia que o usuário matasse suas vítimas rapidamente, com precisão e sem alvoroço. Também tinha eficiência para perfurar armaduras

Urumi (Foto: Wikimedia Commons)

O Urumi, que era conhecido como Aara em outras localidades, também tem origem indiana como o Katar. É uma espada longa, que podia chegar a até três metros de comprimento, mas com impressionante maleabilidade.

Isso porque o aço utilizado para construir esse artefato era bastante flexível. As investidas com esta arma se assemelham à de um chicote nos dias atuais. Contudo, com uma gravidade maior.

Ninho de Abelhas (Foto: Kai Hendry/Wikimedia Commons)

O 'Ninho de Abelhas' era utilizado na China, tinha formato hexagonal e comportava 32 flechas. Elas poderiam ser atiradas de forma individual ou até mesmo de maneira simultânea. Neste último caso, lançadas no alvo com fogo.

Com 32 flechas disparadas ao mesmo tempo, como se fossem pequenos foguetes, o adversário dificilmente conseguia escapar com vida.

Chukonu (Foto: Licone Argent Site)

O Chukonu também possui origem chinesa e é um antecessor do rifle automático. O suporte de madeira na parte de cima comportava até dez flechas. Além disso, entrava em posição de disparo automaticamente após a anterior ter sido acionada.

Todas elas poderiam ser atiradas em apenas dez segundos. Tal situação impedia um grande tempo de reação do oponente e poupava tempo de ataque com relação aos arqueiros, por exemplo. As flechas também carregavam doses de veneno.

Chakram (Foto: Divulgação/Wulflund.com)

O Chakram foi criado na Índia e poderia ser mortal em diversas situações. Esse artefato de formato circular era tão afiado em suas pontas que poderia cortar os membros dos seus adversários com tranquilidade.

No entanto, era necessário ter habilidade para manipulá-la da maneira certa. O ideal era lançar o Chakram na vertical.

Tesoura gladiadora (Foto: Reprodução/Iconografia da História)

A 'Tesoura Gladiadora' era usada pelos lutadores em Roma, na época do Império Romano. O objeto era fatal e causava muita dor em suas vítimas. A parte de metal se encaixava no braço dos guerreiros (semelhante ao Katar) e possibilitava bloquear golpes do oponente, além de atacar.

Macuahuil (Foto: Wikimedia Commons)

O Macuahuil era composto por um largo pedaço de madeira, no formato de uma espada, com pequenos pedaços de vidro vulcânico de ambos os lados.

De origem mexicana, era comumente utilizado pelos astecas como um porrete e nos típicos rituais de sacrifício.

Kpinga (Foto: Geni/Wikimedia Commons)

O Kpinga é um artefato oriundo da África, usado pelas tribos Azande. Esta espécie de faca possuía na grande maioria dos modelos três lâminas que frequentemente eram afiadas. No momento em que os guerreiros que as utilizavam iriam se casar, entregavam o item aos familiares da esposa.

Espadas-gancho (Swordpedia/Creative Commons)

As 'Espadas-gancho' tinham como portadores os monges Shaolin, da China. O objeto tinha apenas utilidade defensiva. Seu formato era levemente curvado e se assemelhava a um anzol em uma das pontas.

Inclusive, a arma tinha a possibilidade de ser ligada a outras espadas. Caso o portador tivesse habilidade para manuseá-la, se transformava em um item fatal para a vítima.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1466898
Usuários Online: 31
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!