noticias196 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Cultura/Entretenimento

Ibuprofeno piora condição que acomete milhões de brasileiros, diz pesquisa

Publicada em 21/08/23 às 08:58h - 728 visualizações

Catraca Livre


Compartilhe
Compartilhar a noticia Ibuprofeno piora condição que acomete milhões de brasileiros, diz pesquisa  Compartilhar a noticia Ibuprofeno piora condição que acomete milhões de brasileiros, diz pesquisa  Compartilhar a noticia Ibuprofeno piora condição que acomete milhões de brasileiros, diz pesquisa

Link da Notícia:

Ibuprofeno piora condição que acomete milhões de brasileiros, diz pesquisa
Embora seja mais comum no público da terceira idade, a artrose atinge também atletas de alto desempenho e esportistas, devido ao forte impacto nas principais articulações  (Foto: Reprodução/Catraca Livre)

Prescritos para aliviar osteoartrite, ibuprofeno, naproxeno e diclofenaco podem agravar a inflamação com o tempo, apontam especialistas da Universidade da Califórnia, em San Francisco, nos EUA. O estudo foi apresentado em uma reunião da Sociedade Radiológica da América do Norte.

Doença articular degenerativa que afeta, a osteoartite ou artrose afeta 500 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, estima-se que são 12 milhões de pessoas com sofrem dessa condição, o equivalente a 6,3% da população adulta.

Como foi feito o estudo?

Ao todo, mais de mil pacientes tiveram os dados analisados e, de acordo com os médicos envolvidos no estudo, nenhum benefício foi encontrado em 277 pacientes com osteoartrite moderada a grave e uso contínuo de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), que é o caso do ibuprofeno.

Além disso, concluiu-se que a inflamação das articulações e a qualidade da cartilagem pioraram nos quatro anos seguintes em comparação com um grupo de 793 pessoas que não tomaram os medicamentos, segundo os cientistas.

Todos os participantes foram submetidos a uma ressonância magnética do joelho no início e no final do período de estudo. Isso porque eles fizeram ressonâncias magnéticas 3T, que geram um campo magnético duas vezes mais forte que a ressonância magnética normal.

As varreduras foram pontuadas para a espessura da cartilagem, composição e outras medições que serviram como biomarcadores não invasivos de inflamação e progressão da artrite.

“O uso de AINEs por sua função anti-inflamatória tem sido frequentemente propagado em pacientes com osteoartrite nos últimos anos e deve ser revisto, uma vez que não foi possível demonstrar um impacto positivo na inflamação das articulações”, explicou Johanna Luitjens, da Universidade da Califórnia, uma das autoras do estudo.

Outras conclusões

Ainda de acordo com os especialistas, o efeito antiinflamatório que normalmente vem dos AINEs pode não prevenir efetivamente a inflamação das articulações, conhecida como sinovite, resultando em piora ao longo do tempo.

Eles alertam que os pacientes que têm sinovite e estão tomando medicamentos para aliviar a dor podem ser fisicamente mais ativos devido ao alívio da dor, o que pode levar ao agravamento da condição.

Os pesquisadores pedem novos estudos randomizados para fornecer evidências conclusivas do impacto do uso desse tipo de anti-inflamatório.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1639658
Usuários Online: 71
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!