Sovaco de Cobra
Cultura/Entretenimento

Sertanejos se solidarizam com Sérgio Reis

Sai a MPB, entra a música sertaneja.

Publicada em 27/08/21 às 05:57h - 219 visualizações

por Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a notícia Sertanejos se solidarizam com Sérgio Reis  Compartilhar a notícia Sertanejos se solidarizam com Sérgio Reis  Compartilhar a notícia Sertanejos se solidarizam com Sérgio Reis

Link da Notícia:

Sertanejos se solidarizam com Sérgio Reis
Zezé Di Camargo e Graciele Lacerda  (Foto: Reprodução)

Depois de anunciado exaustivamente pela grande mídia que Guarabyra, da dupla Sá e Guarabyra, Maria Rita, Guilherme Arantes e Zé Ramalho não mais gravarão com Sérgio Reis devido à sua declaração contra as inconstitucionalidades do STF, inúmeros sertanejos entraram em contato com Sérgio Reis lhe prestando solidariedade.

Isso aconteceu depois que o cantor e compositor Zezé Di Camargo se pronunciou nas redes sociais em defesa de Sérgio Reis e se prontificou a fazer parte do novo disco de "Serjão" que está em fase de preparação.

Zezé lembrou que Sérgio Reis, com uma carreira consolidada na Jovem Guarda, decidiu migrar para a música sertaneja quando esta era ridicularizada, ojerizada, estigmatizada, marginalizada.

Sérgio Reis, ícone da Jovem Guarda, conseguiu emplacar vários sucessos com a música sertaneja, como João de Barro, O Menino da Porteira (VEJA O VÍDEO), Chico Mineiro, Adeus Mariana, Filho Adotivo, As Andorinhas e Panela Velha.


João de Barro (Teddy Vieira e Muybo Cury)

O João de Barro, pra ser feliz como eu
Certo dia resolveu arranjar uma companheira
No vai-e-vem, com o barro da biquinha
Ele fez sua casinha lá no galho da paineira

Toda manhã, o pedreiro da floresta
Cantava fazendo festa, pra aquela quem tanto amava
Mas quando ele ia buscar o raminho
Pra construir seu ninho o seu amor lhe enganava

Mas neste mundo o mal feito é descoberto
João de Barro viu de perto sua esperança perdida
Cego de dor, trancou a porta da morada
Deixando lá a sua amada presa pro resto da vida

Que semelhança entre o nosso fadário
Só que eu fiz o contrario do que o João de Barro fez
Nosso senhor me deu força nessa hora
A ingrata eu pus pra fora, por onde anda eu não sei



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 470800
Usuários Online: 82
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!