Brasil

Já são 18 pedidos de impeachment de ministros do STF só este ano

Alexandre de Moraes lidera a lista.

Publicada em 23/08/21 às 06:13h - 109 visualizações

por Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a notícia Já são 18 pedidos de impeachment de ministros do STF só este ano  Compartilhar a notícia Já são 18 pedidos de impeachment de ministros do STF só este ano  Compartilhar a notícia Já são 18 pedidos de impeachment de ministros do STF só este ano

Link da Notícia:

Já são 18 pedidos de impeachment de ministros do STF só este ano
Bolsonaro X Alexandre de Moraes  (Foto: Sérgio Lima/Poder 360)

Com o de Bolsonaro, já são 18 os pedidos de cassação contra ministros do STF protocolados no Senado este ano. Ano passado, o ex-presidente David Alcolumbre (DEM) arquivou todos os que foram apresentados.

O campeão da lista é o ministro Alexandre de Moraes, inquisidor feroz e antidemocrático da Corte Suprema. O carrasco dos que pensam contrário já tem em seu desfavor 8 pedidos de cassação.

Pelo artigo 52, inciso II, compete privativamente ao Senado Federal processar e julgar os Ministros do Supremo Tribunal Federal. Daí os pedidos de impeachment desses ministros serem protocolados na Câmara Alta do Congresso Nacional.

O Supremo Tribunal Federal começou a fazer militância política e a rasgar a Constituição Federal que deveria defender desde o dia 31 de agosto de 2016 quando o então presidente Ricardo Lewandowski fez um acordo com o senador Renan Calheiros (MDB/AL) para preservar a elegibilidade de Dilma Rousseff caso ela fosse cassada. Segundo a Constituição Federal, uma presidente da República cassada fica inelegível por 8 anos. Passando por cima dessa norma constitucional em favor dos interesses petistas, Lewandovski dividiu o rito da cassação em dois momentos, sendo o primeiro para julgar o impeachment da então presidente e o segundo para votar a inelegibilidade da Dilma. Naquela manobra inconstitucional do presidente do STF, Dilma conseguiu sua elegibilidade, mas foi derrotada quando concorreu ao Senado, por Minas Gerais, em 2018.

Desde então, vários ministros do STF vêm confrontando a Carta Magna e criando um poder paralelo baseado em atos inconstitucionais, derivando daí vários pedidos de cassação. Resta-nos saber se um Senado que tem ratos de rabo preso que respondem a vários processos por corrupção e por crimes de outra natureza, como é o caso de Renan Calheiros, deixará um processo de impeachment contra os togados ser levado adinate.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentário


João paulo

23/08/2021 - 07:30:43

Com tanta denúncia na oea já se abre um alerta vermelho no judiciário brasileiro são inúmeras denúncias! Estamos próximos a quantidade de denúncias de cerceamentos de direitos de países como Venezuela e Cuba! Algo muito grave


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 665235
Usuários Online: 171
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!