noticias768 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Política

Jovem é agredido após exibir bandeira de Israel em evento pró-Palestina na Unifesp

Jovem conservador chegou a ser notado por Michelle Bolsonaro.

Publicada em 22/03/24 às 15:24h - 878 visualizações

Monique Mello, Pleno News


Compartilhe
Compartilhar a noticia Jovem é agredido após exibir bandeira de Israel em evento pró-Palestina na Unifesp  Compartilhar a noticia Jovem é agredido após exibir bandeira de Israel em evento pró-Palestina na Unifesp  Compartilhar a noticia Jovem é agredido após exibir bandeira de Israel em evento pró-Palestina na Unifesp

Link da Notícia:

Jovem é agredido após exibir bandeira de Israel em evento pró-Palestina na Unifesp
Jovem agredido na Unifesp  (Foto: Reprodução/Vídeo redes sociais)

O jovem Kleber Ribeiro foi hostilizado e agredido em uma sala de aula na Unifesp Guarulhos, nesta quarta-feira (20). Na ocasião, acontecia um evento em apoio à causa Palestina, e Kleber chegou ao local com a bandeira de Israel, em protesto. A atitude não foi bem aceita pelos militantes.

Um vídeo registrado pelo jovem, e que viralizou nas redes sociais, mostra Kleber entrando na sala de aula, no prédio da EFLCH, exibindo a bandeira de Israel dizendo para a câmera que “os jovens hoje aqui estão defendendo a palestina e tem todo direito”.

No entanto, logo Kleber é interrompido por um aluno que bate na bandeira e diz “pau no c* de Israel”. Neste momento, os ânimos já começam a se exaltar e as pessoas do recinto expulsam Kleber.

– É um absurdo. Não tem contraponto. O Hamas estuprou, matou, praticou pedofilia – esbravejou o jovem após ser escorraçado.

– Estamos enfrentando um monte de coisa, mas tenho certeza que nosso país pode sim ser um país decente – disse ele, já do outro lado das grades da instituição de ensino.

Nesta quinta (21), Kleber avisou que se dirigiu ao IML para fazer exame de corpo de delito, devido às agressões que sofreu. Já nesta sexta (22), também pelo Instagram, o jovem convocou judeus e apoiadores de Israel para uma grande manifestação em frente à universidade.

– Vamos mostrar que o povo não tolera antissemitismo. Nós não seremos uma nação que terá um próximo holocausto. Não haverá repetição de um erro histórico – declarou.

Kleber agradeceu o apoio do deputado federal Gustavo Gayer (PL-GO), que avisou que irá pedir uma solicitação de investigação de antissemitismo na Unifesp.

– O nazismo está voltando através das universidades – disse o deputado na rede social X.

Com a propagação de seu vídeo, o jovem conservador também foi notado pela ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, que passou a segui-lo no Instagram.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1594163
Usuários Online: 35
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!