Sovaco de Cobra
Policial

Vídeo mostra momento em que Dr. Jairinho leva Henry Borel para o hospital

Publicada em 26/10/21 às 10:45h - 90 visualizações

por Nova Iguaçu 24 h


Compartilhe
Compartilhar a notícia Vídeo mostra momento em que Dr. Jairinho leva Henry Borel para o hospital  Compartilhar a notícia Vídeo mostra momento em que Dr. Jairinho leva Henry Borel para o hospital  Compartilhar a notícia Vídeo mostra momento em que Dr. Jairinho leva Henry Borel para o hospital

Link da Notícia:

Vídeo mostra momento em que Dr. Jairinho leva Henry Borel para o hospital
Dr. Jairinho e Monique descendo no elevador com Henry Borel  (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Imagens de câmera de segurança do elevador do prédio no dia da morte do menino Henry Borel mostram o momento em que a vítima, a mãe, Monique Medeiros, e Dr. Jairinho, padrasto do menino, descem de elevador a caminho do hospital, na madrugada de 8 de março.

O vídeo foi apresentado nesta terça-feira (26/10) pela defesa de Jairinho. No vídeo, o acusado pela morte do menino aparece assoprando uma vez na boca no menino. Monique segura o filho nos braços e, mesmo diante da situação, não demonstra qualquer reação.

“Esta filmagem revela que Henry foi levado com vida ao hospital, outras circunstâncias que constam dos laudos conduzem a esta conclusão, contrariando a versão acusatória”, disse Braz Sant’anna, advogado de Jairinho.

A polícia alega que Henry já chegou sem vida ao Barra D’Or. “Ficou expressamente demonstrado pela equipe médica e pelos laudos periciais que, embora e tenha sido submetido a manobras de ressuscitação por bastante tempo, em nenhum momento ele apresentou frequência cardíaca. Ele já chegou morto”, afirmou o delegado Henrique Damasceno, ao Tribunal do Júri.

Ele também chamou atenção para o fato de que a tentativa de socorro ao menino, antes da chegada à unidade da saúde, não foi adequada.

Os laudos da necropsia e a reconstituição no apartamento da família apontaram que a criança sofreu 23 lesões, como uma laceração no fígado, e que sua morte decorreu de ação violenta. A hipótese de acidente, defendida pelos advogados do ex-casal, já foi descartada.

Os suspeitos estão presos desde 8 de abril. O casal é réu pela morte de Henry e serão julgados pelo Tribunal do Júri.

No último dia 06 foi realizada a primeira audiência de instrução no Tribunal. Entre as 12 testemunhas de acusação, falaram Leniel Borel, pai de Henry, o delegado Henrique Damasceno e a babá Thayná de Oliveira.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 471427
Usuários Online: 60
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!