noticias170 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Municípios

Prefeito e ex-prefeito de Campos Sales são alvos de operação do MPCE; secretário é afastado

Secretário foi afastado por 180 dias por suspeita de superfaturamento de contratos.

Publicada em 06/10/23 às 05:34h - 1036 visualizações

Igor Cavalcante, DN


Compartilhe
Compartilhar a noticia Prefeito e ex-prefeito de Campos Sales são alvos de operação do MPCE; secretário é afastado  Compartilhar a noticia Prefeito e ex-prefeito de Campos Sales são alvos de operação do MPCE; secretário é afastado  Compartilhar a noticia Prefeito e ex-prefeito de Campos Sales são alvos de operação do MPCE; secretário é afastado

Link da Notícia:

Prefeito e ex-prefeito de Campos Sales são alvos de operação do MPCE; secretário é afastado
Procap comandou a operação em Campos Sales  (Foto: Divulgação)

prefeito de Campos Sales, João Luiz Lima Santos; o ex-prefeito, deputado estadual Moésio Loiola; o secretário de Obras, Wanderson Costa Guedes; e empresários da região foram alvos de uma operação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) deflagrada nesta quinta-feira (5). 

A ação, comandada pela Procuradoria de Justiça de Crimes contra a Administração Pública (Procap), com apoio da Polícia Civil, ainda afastou o secretário de Obras por 180 dias por suspeita de superfaturamento de contratos.

Ao todo, a Justiça do Ceará expediu 17 mandados de busca e apreensão para pessoas com endereços em Campos Sales, Fortaleza, Pacajus, Mulungu e Itaitinga. Foram apreendidos aparelhos celulares, computadores e documentos relacionados aos contratos investigados. 

O Judiciário também determinou o imediato encerramento dos contratos da Prefeitura com as empresas investigadas, que atuam na prestação de serviços de limpeza pública e transportes em Campos Sales. 

O grupo é suspeito de superfaturar contratos de prestação de serviços de limpeza pública e locação de veículos da Prefeitura. Eles também são investigados por suspeita de praticarem os crimes de peculato, falsidades material e ideológica, entre outros. 

A investigação da Procap teve início neste ano, a partir de denúncia que relatava gastos excessivos com locação de veículos e limpeza pública. Os proprietários das empresas que executam esses serviços, portanto, foram os principais alvos da ação. 

OS INVESTIGADOS

Em entrevista ao Diário do Nordeste, o deputado disse não ter envolvimento com os crimes e agradeceu a operação. 

“Foi muito bom ter acontecido, foi ótimo, porque eu não era o alvo e eu não sou o alvo (...) A empresa investigada na atual gestão prestou serviço para a Prefeitura quando eu era prefeito, mas não havia irregularidades, estou pronto para explicar”

MOÉSIO LOIOLA

Ex-prefeito e deputado estadual

“Eu não era ordenador de despesas. Meu primeiro contador já morreu, foi durante a gestão ainda, e meu tesoureiro morreu de Covid-19”, apontou o parlamentar.

Em nota, a Prefeitura de Campos Sales disse que o prefeito João Luiz Lima Santos e o secretário afastado Wanderson Costa Guedes estão cooperando com as investigações. 

A Procuradoria do Município informou que irá tomar ciência da investigação para que possa, futuramente, passar novos detalhes quanto à defesa dos envolvidos.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1466865
Usuários Online: 35
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!