noticias258 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Municípios

Presidente da APRECE fez campanha para o presidente que reduziu o FPM

Presidente da APRECE convoca manifestação contra uma situação que ajudou a construir.

Publicada em 22/08/23 às 07:25h - 709 visualizações

Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a noticia Presidente da APRECE fez campanha para o presidente que reduziu o FPM  Compartilhar a noticia Presidente da APRECE fez campanha para o presidente que reduziu o FPM  Compartilhar a noticia Presidente da APRECE fez campanha para o presidente que reduziu o FPM

Link da Notícia:

Presidente da APRECE fez campanha para o presidente que reduziu o FPM
Camilo Santana e Júnior Menezes, presidente da APRECE  (Foto: Reprodução/Instagram)

A Associação dos Municípios do Ceará (APRECE) está convocando para o dia 30 uma manifestação em defesa do aumento de 1,5% nos valores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), 0,5% a menos que o que vinha sendo defendido. É uma manifestação de desespero, uma vez que os municípios perderam mais de 20% do FPM com o presidente Lula.

A ironia da situação é que a absoluta maioria dos prefeitos cearenses que vivia com os cofres cheios durante o governo Bolsonaro votou em Lula que reduziu as verbas das Prefeituras e sequer escuta o choro de seus meninos de recado.

Uma prova disso é o próprio presidente da APRECE. Júnior Menezes, prefeito de Chorozinho que está à frente da entidade estadual, chegou até mesmo a se desfiliar do PDT para apoiar a candidatura de Elmano de Freitas (PT). Agora chora de pires na mão.

Somente sete prefeitos do Ceará apoiaram a reeleição de Bolsonaro: Acilon Gonçalves, prefeito de Eusébio e presidente regional (estadual) do PL, Glêdson Bezerra (PODE) de Juazeiro do Norte, Jonas Muniz (Cruz), Marquinhos Tavares (Itaitinga), Ricardo Silveira (Quixadá) e Valdi Coutinho (Independência).

Mais de 2.000 prefeitos do Brasil já estiveram no Congresso Nacional expondo a situação crítica e reivindicando uma solução para o FPM. Mas o governo Lula sequer manteve um diálogo cordial com os representantes desses chefes do Executivo.

Apesar da contradição que envolve essa manifestação do dia 30, é interessante que ela aconteça e venha com força, pois a perda do FPM prejudica não só aos prefeitos lulopetistas responsáveis por essa situação, mas a todas as populações desses municípios.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1467073
Usuários Online: 18
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!