noticias781 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Municípios

Mães de Juazeiro do Norte/CE reivindicam tratamento adequado para suas crianças com autismo

As sessões são insuficientes. VEJA O VÍDEO.

Publicada em 08/08/23 às 06:36h - 876 visualizações

Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a noticia Mães de Juazeiro do Norte/CE reivindicam tratamento adequado para suas crianças com autismo  Compartilhar a noticia Mães de Juazeiro do Norte/CE reivindicam tratamento adequado para suas crianças com autismo  Compartilhar a noticia Mães de Juazeiro do Norte/CE reivindicam tratamento adequado para suas crianças com autismo

Link da Notícia:

Mães de Juazeiro do Norte/CE reivindicam tratamento adequado para suas crianças com autismo
Criança atendida no dia 1º de agosto teve atendimento agendado para 14 de novembro  (Foto: Reprodução)

Algumas mães procuraram o Sovaco de Cobra para reclamar do tipo de tratamento que a Secretaria de Saúde (SESAU) de Juazeiro do Norte/CE está dando às suas crianças com autismo. Segundo elas, as sessões são de pouca duração e muito distantes uma da outra.

Segundo a terapia Análise de Comportamento Aplicado (ABA - sigla em inglês), cada sessão de terapia deve ter entre 2 ou 4 horas, dependendo do grau do autismo, devendo ocorrer 5 dias por semana. Ou seja, uma possibilidade distante do que acontece não só em Juazeiro do Norte, mas em todo o Brasil e por todo o planeta.

Inicialmente, Ole Ivar Lovaas, psicólogo norueguês criador da ABA, colocava 40 horas semanais como o ideal para o tratamento de crianças autistas. Mas, com o tempo, outros defensores da terapia foram reduzindo a carga horária por uma questão de viabilidade. Entretanto, em Juazeiro do Norte, como no Brasil, a realidade ainda está muito distante de alcançar a carga horária proposta mesmo com a redução efetuada.

Segundo as mães que me procuraram, as sessões no Serviço de Assistência Médica Especializada (SAME) com a psicóloga infantil Eliene Ferreira, uma ótima profissional que aplica a ABA, dura apenas 15 minutos e acontecem de 90 a 90 dias. Em outras palavras, a eficiência da profissional se perde na ineficácia do tempo, pois a durabilidade e a distância entre a sessão do dia e a próxima sessão faz com que o resultado não seja alcançado.

Ainda segundo as mães que me procuraram, o tempo reduzido de sessão se deve ao deslocamento de crianças com autismo leve e moderado que tiveram o atendimento transferido do Centro de Apoio Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi) para o SAME onde somente a Dra. Eliene atende a essa clientela específica.

Sabemos da realidade  da Saúde Pública brasileira e da distância entre o que real e o que é ideal, como também sabemos da grande demanda da Saúde Infantil e dos recursos parcos para respondê-la a contento. Mas que esse caso seja visto com carinho e atenção, pois o tempo destinado ao tratamento dessas crianças autistas é inexpressivo diante do que recomenda os estudos científicos. E, sendo inexpressivo, não pode resultar em um tratamento eficaz.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentário


Juliana Gonçalves

08/08/2023 - 18:29:11

É lamentávelA saúde pública mental infantil de Juazeiro do Norte se encontra na UTI Resultado de uma gestão sem compromisso com os cidadãos juazeirenses😢


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1466900
Usuários Online: 31
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!