Política

França: candidata da direita venceria Macron no 2° turno das eleições, diz pesquisa

Publicada em 08/12/21 às 05:39h - 80 visualizações

por RFI


Compartilhe
Compartilhar a notícia França: candidata da direita venceria Macron no 2° turno das eleições, diz pesquisa  Compartilhar a notícia França: candidata da direita venceria Macron no 2° turno das eleições, diz pesquisa  Compartilhar a notícia França: candidata da direita venceria Macron no 2° turno das eleições, diz pesquisa

Link da Notícia:

França: candidata da direita venceria Macron no 2° turno das eleições, diz pesquisa
Candidata à presidência do partido Os Republicanos, Valérie Pécresse, na França  (Foto: AFP - JOEL SAGET)
A candidata à presidência do partido Os Republicanos, Valérie Pécresse, nem bem estreou na campanha eleitoral e já parece atrair a preferência dos franceses. Segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (7), a conservadora venceria o atual presidente Emmanuel Macron no segundo turno.
Pécresse foi apresentada como a candidata da legenda de direita no último sábado (4) e Macron ainda não se apresentou oficialmente pelo partido A República em Marcha. No entanto, a conservadora, que atualmente é presidente da região parisiense, já parece roubar votos do líder centrista.
De acordo com a pesquisa realizada pelo instituto francês Elabe para o canal BFMTV e a revista L'Express, se a eleição fosse hoje, Pécresse venceria o pleito no segundo turno com 52% dos votos, contra 48% para o atual chefe de Estado francês. No primeiro turno, no entanto, a tendência se inverte: Macron obteria 23% dos votos e a conservadora 20%.
A candidata da direita, que foi ministra do presidente conservador Nicolas Sarkozy (2007-2012), ganhou 11 pontos em comparação à última pesquisa realizada pelo Elabe, em 23 e 24 de novembro, antes de vencer as primárias de seu partido. Primeira mulher a representar Os Republicanos em uma eleição presidencial, Pécresse aposta em questões como controle da imigração e segurança para atrair o voto dos franceses.
A pesquisa foi realizada após os comícios de domingo (5) dos candidatos Éric Zemmour, da extrema direita, e Jean-Luc Mélenchon, do partido da esquerda radical França Insubmissa. Para analistas, a presidente da região parisiense aproveita os holofotes que atraiu durante as primárias de seu partido.
Extrema direita mantém intenções de voto
Segundo o levantamento do Elabe, os candidatos da extrema direita Marine Le Pen e Éric Zemmour mantêm as intenções de voto de pesquisas anteriores, com 15% e 14%, respectivamente. Entre os representantes progressistas, Mélenchon seria o mais bem colocado, com 8% de intenções de voto, seguido do ecologista Yannick Jadot (7%) e da atual prefeita de Paris, a socialista Anne Hidalgo (3%).
A intenção de voto não constitui uma previsão do resultado da votação, mas sim uma imagem das tendências no momento da pesquisa - realizada entre 6 e 7 de dezembro, com 1.474 pessoas acima de 18 anos. A revista L'Express ressalta que atualmente 44% dos eleitores franceses não têm certeza de sua escolha e afirmam que podem mudar de ideia.

As eleições presidenciais francesas serão realizadas em 10 e 24 de abril de 2022. 

(Com informações da AFP)




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 549940
Usuários Online: 64
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!