noticias644 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Policial

HORROR NA ESCOLA: Professor Incita Alunos a Planear Assassinato de Colega, como queimá-lo vivo, esquartejá-lo até entregá-lo a um cão para ser devorado

Publicada em 16/02/24 às 16:39h - 359 visualizações

Publisher


Compartilhe
Compartilhar a noticia HORROR NA ESCOLA: Professor Incita Alunos a Planear Assassinato de Colega, como queimá-lo vivo, esquartejá-lo até entregá-lo a um cão para ser devorado  Compartilhar a noticia HORROR NA ESCOLA: Professor Incita Alunos a Planear Assassinato de Colega, como queimá-lo vivo, esquartejá-lo até entregá-lo a um cão para ser devorado  Compartilhar a noticia HORROR NA ESCOLA: Professor Incita Alunos a Planear Assassinato de Colega, como queimá-lo vivo, esquartejá-lo até entregá-lo a um cão para ser devorado

Link da Notícia:

HORROR NA ESCOLA: Professor Incita Alunos a Planear Assassinato de Colega, como queimá-lo vivo, esquartejá-lo até entregá-lo a um cão para ser devorado
 (Foto: Reprodução)

Numa escola de ensino básico em Chesapeake, Virgínia, um professor foi detido após uma atividade escolar perturbadora em que solicitou aos seus alunos que escrevessem sobre formas de assassinar um dos colegas.

O bizarro trabalho de casa foi proposto numa aula de inglês na Crestwood Middle School, em janeiro de 2023, conforme revelam os registos judiciais divulgados pela WTKR na quarta-feira.

A ideia partiu de um aluno, mas o professor decidiu levar a sugestão adiante, incentivando os estudantes a usar os seus tablets para elaborar o sinistro plano.

Entre as macabras sugestões dos alunos para executar o colega incluíam-se métodos como queimá-lo vivo, esquartejá-lo, atirá-lo pela janela e até entregá-lo a um cão para ser devorado, segundo os documentos.

Naquela noite fatídica de janeiro de 2022, o aluno alvo da atividade partilhou o ocorrido com os seus pais, que imediatamente alertaram as autoridades.

Quando questionado sobre o incidente, o professor justificou que o aluno em questão não parecia perturbado com a atividade. Contudo, admitiu que tinha dificuldades em captar a atenção dos alunos, reconhecendo que a tarefa proposta foi inapropriada e jamais deveria ter sido realizada.

O educador acabou por se declarar culpado de uma acusação menor de contribuição para a delinquência de um menor.

Além da detenção, o professor viu-se obrigado a renunciar à sua licença de ensino, embora a sua identidade não tenha sido divulgada.

O professor esteve ao serviço da escola desde agosto de 2020 até abril de 2022, conforme informou o Distrito Escolar de Chesapeake.

“Como prática, não comentamos situações que envolvem pessoal”, declarou o distrito escolar, enfatizando que “a segurança dos nossos alunos é a nossa principal prioridade e a Chesapeake Public Schools espera que todos os funcionários ajam com o máximo profissionalismo para proporcionar um ambiente de aprendizagem positivo para todos os estudantes.”

Este incidente ocorreu mais de um ano antes de uma criança do jardim de infância escrever uma história em sala de aula sobre a sua mãe disparar uma arma durante uma discussão com o pai, levando à detenção da mãe após o professor da Donelson Elementary School, em Arlington, Tennessee, reportar um possível caso de abuso infantil.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1594296
Usuários Online: 68
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!