noticias637 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Policial

Príncipe do PCC é morto em confronto com a Polícia Militar de São Paulo

O confronto ocorreu no último sábado , na Avenida Martins Fontes, um dos principais acessos à cidade de Santos.

Publicada em 13/02/24 às 12:43h - 411 visualizações

Jetss


Compartilhe
Compartilhar a noticia Príncipe do PCC é morto em confronto com a Polícia Militar de São Paulo  Compartilhar a noticia Príncipe do PCC é morto em confronto com a Polícia Militar de São Paulo  Compartilhar a noticia Príncipe do PCC é morto em confronto com a Polícia Militar de São Paulo

Link da Notícia:

Príncipe do PCC é morto em confronto com a Polícia Militar de São Paulo
 (Foto: ReproduçãoJetss)

A Operação Escudo, iniciativa da Polícia Militar de São Paulo (PM) em resposta ao crescente crime organizado na Baixada Santista, registrou mais um capítulo com a morte de Allan de Morais Santos, 36 anos, conhecido como “príncipe do PCC”.

O confronto ocorreu no último sábado (10), na Avenida Martins Fontes, um dos principais acessos à cidade de Santos.

Segundo a Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP), os policiais da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) interceptaram o Jeep Compass em que Santos se encontrava e ordenaram que ele parasse. Diante da resistência do criminoso, que avançou com o veículo em direção à viatura, os PMs realizaram disparos. Santos foi socorrido na Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.

A SSP afirma que um fuzil foi encontrado no Jeep após o tiroteio. Santos possuía antecedentes por tentativa de homicídio e associação criminosa. A Polícia Civil irá investigar o caso para corroborar ou apontar inconsistências no relato dos PMs envolvidos.

A Operação Escudo foi iniciada em 26 de janeiro após a morte do PM Marcelo Augusto da Silva durante uma ação na Rodovia dos Imigrantes. A iniciativa busca reforçar o combate ao crime organizado na região, que movimenta grandes lucros através do Porto de Santos.

Até o momento, 19 pessoas foram mortas em confrontos com a PM durante a Operação Escudo, incluindo três PMs. Cinco PMs também foram alvo de atentados na região.

O secretário de Segurança Pública, Guilherme Derrite, transferiu seu gabinete para Santos para acompanhar de perto a operação.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1594182
Usuários Online: 44
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!