Municípios

Juazeiro do Norte/CE: Crime contra a Saúde Pública municipal - Hospital, UPA e ex-SANDU/SAME fechados

Equipamentos de Saúde fechados e abandonados.

Publicada em 10/04/22 às 10:07h - 280 visualizações

por Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a notícia Juazeiro do Norte/CE: Crime contra a Saúde Pública municipal - Hospital, UPA e ex-SANDU/SAME fechados  Compartilhar a notícia Juazeiro do Norte/CE: Crime contra a Saúde Pública municipal - Hospital, UPA e ex-SANDU/SAME fechados  Compartilhar a notícia Juazeiro do Norte/CE: Crime contra a Saúde Pública municipal - Hospital, UPA e ex-SANDU/SAME fechados

Link da Notícia:

Juazeiro do Norte/CE: Crime contra a Saúde Pública municipal - Hospital, UPA e ex-SANDU/SAME fechados
Hospital Infantil Maria Amélia Bezerra de Menezes já está fechado há quase quatro anos  (Foto: Fotomontagem/Fábio Souza Tavares)

Em Juazeiro do Norte/CE, a Saúde Pública não é prioridade do governo municipal. Ao menos três equipamentos de grande importância estão fechados e abandonados.

O Hospital Infantil Maria Amélia Bezerra de Menezes está fechado há quase quatro anos. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Frei Jeremias desde a gestão passada. E, para completar o quadro, o governo Glêdson Bezerra (PODE) fechou o prédio onde funcionava o antigo SAMDU (depois SAME) e onde, até recentemente, funcionava o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) municipal.

Em vez de recuperar os espaços da Municipalidade, o prefeito prefere realocar os serviços alugando espaços privados. Não tem nenhuma explicação (a não ser que seja a de fazer caixa 2 e/ou campanha eleitoral antecipada) o fato de retirar o CEO do prédio do antigo SAME e a Central de Marcação da Secretaria de Saúde (SESAU) e alojá-los em prédios particulares pagando alugueis que oneram o Município.

O dinheiro da Saúde do povo juazeirense é desviado em esquemas de corrupção denunciados e documentalmente verificados. Enquanto a nova gestão faz a festa com as verbas públicas, a Saúde juazeirense definha e seus equipamentos se deterioram.

Em 2011, no governo Dr. Santana, o Hospital Maria Amélia realizou 62 mil atendimentos e o SAME 83 mil procedimentos. Tudo isso se perdeu e o que já estava ruim piorou com a atual gestão municipal. A UPA Frei Jeremias, situada no Franciscanos, hoje serve de "cracolândia", motel popular e depósito de lixo.

Enquanto o povo padece e o governo municipal faz a farra com o dinheiro público, o prefeito vai para a grande mídia e para as redes sociais, com uma falsa postura de humildade, dizer que precisa de uma suplementação orçamentária para o quase bilionário Orçamento de 2022.

E vai comendo, Glêdson Bezerra!

P. S.: No vídeo abaixo, onde se lê "SAMU", leia-se "SAMDU/SAME".




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 554760
Usuários Online: 65
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!