noticias742 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Mundo

Israel oficializa guerra contra o Hamas; mortes passam de mil

Com aprovação do Gabinete de Segurança, Israel declara, oficialmente, guerra contra o Hamas. Netanyahu diz que conflito levará tempo.

Publicada em 08/10/23 às 17:23h - 1050 visualizações

Eduardo Portela, Metrópoles


Compartilhe
Compartilhar a noticia Israel oficializa guerra contra o Hamas; mortes passam de mil  Compartilhar a noticia Israel oficializa guerra contra o Hamas; mortes passam de mil  Compartilhar a noticia Israel oficializa guerra contra o Hamas; mortes passam de mil

Link da Notícia:

Israel oficializa guerra contra o Hamas; mortes passam de mil
 (Foto: Abed Rahim Khatib/Anadolu Agency via Getty Images)
O Gabinete de Segurança de Israel declarou, neste domingo (8/10), estado de guerra. Segundo o governo, o conflito teria sido “imposto a Israel por um ataque terrorista e assassino de Gaza.” O ato oficializa o embate e permite a adoção de medidas militares abrangentes.

O balanço do conflito indica, até o momento, ao menos 1077 mortos: 700 pessoas em Israel; 370 na Faixa de Gaza; e 7 na Cisjordânia. Os feridos já passam de 2 mil.

Referindo-se aos ataques-surpresa do Hamas da véspera, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu prometeu que derrotará o grupo radical islâmico, mas alertou que a guerra “vai levar tempo”. O político conservador enfatizou que os eventos recentes foram algo “jamais visto em Israel” e jurou “vingança esmagadora por esse dia negro”. O premier garantiu que as forças militares israelenses chegarão a todos os lugares onde o Hamas possa estar se escondendo.

Netanyahu disse considerar o grupo diretamente responsável pela segurança e pelo bem-estar dos civis e soldados que mantêm cativos, acrescentando que Israel “acertará contas com qualquer um que cause danos” a esses reféns. Segundo observadores, o sábado foi o dia mais sangrento do conflito israelo-palestino desde a guerra do Yom Kippur, há 50 anos.

Barragem de milhares de foguetes

Soldados israelenses lutam contra combatentes do Hamas nas ruas do sul de Israel e lançam ofensivas de retaliação que destruíram edifícios em Gaza, enquanto, no norte de Israel, uma breve troca de ataques com o grupo militante libanês Hezbollah gerou temores de uma escalada no conflito.

Os combates consistem na reação de Israel ao ataque-surpresa sem precedentes desse sábado, partindo de Gaza, no qual combatentes do Hamas, apoiados por uma barragem de pelo menos 2,5 mil foguetes, romperam as cercas de segurança e invadiram comunidades próximas.

Os militares do Hamas raptaram civis israelenses, levando-os ao enclave costeiro de Gaza, incluindo mulheres, crianças e idosos. É provável que essas vítimas sejam usadas em tentativas de negociação de milhares de prisioneiros palestinos detidos por Israel. Os líderes do Hamas disseram estar preparados para uma nova escalada de violência.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1465155
Usuários Online: 53
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!