Mundo

Fim do Jumbo! Maior restaurante flutuante do mundo afunda após deixar Hong Kong

Publicada em 22/06/22 às 09:33h - 13 visualizações

por Pedro Marques, Revista Menu


Compartilhe
Compartilhar a notícia Fim do Jumbo! Maior restaurante flutuante do mundo afunda após deixar Hong Kong  Compartilhar a notícia Fim do Jumbo! Maior restaurante flutuante do mundo afunda após deixar Hong Kong  Compartilhar a notícia Fim do Jumbo! Maior restaurante flutuante do mundo afunda após deixar Hong Kong

Link da Notícia:

Fim do Jumbo! Maior restaurante flutuante do mundo afunda após deixar Hong Kong
 (Foto: Revista Menu)

O Jumbo King, maior restaurante flutuante do mundo, teve seu destino final menos de uma semana após deixar as águas da cidade de Hong Kong, onde permaneceu por 46 anos.

No último dia 16, o restaurante – outrora destino de celebridades internacionais, como a rainha Elizabeth 2ª e Tom Cruise –, foi rebocado do porto de Hong Kong e deveria chegar a um local não informado pelos seus atuais donos, o grupo Aberdeen Restaurant Enterprises.

De acordo com a companhia, no entanto, a embarcação virou perto das Ilhas Paracel, que ficam entre Hong Kong, Vietnã e Filipinas, no Mar da China Meridional. A Aberdeen Restaurant Enterprises também informou que o Jumbo King encontrou “condições adversas” enquanto navegava na região.

Apenas a tripulação estava no navio, e não houve feridos. “Por causa da profundidade de mais de 1.000 metros no local, é extremamente difícil realizar trabalhos de salvamento da embarcação”, acrescentou a companhia.

História

Projetado como um palácio imperial chinês, o imponente restaurante foi inaugurado em 1976 em uma embarcação de 76 metros de comprimento e capacidade para acomodar cerca de 2.300 pessoas, por Stanley Ho, magnata que fez fortuna em Macau com casinos e morreu em 2020.

Além dos visitantes ilustres, o Jumbo foi usado como cenário de vários filmes de Hollywood – sua última aparição nas telonas foi em ‘Contágio’, thriller dirigido por Steven Soderbergh sobre um vírus que dizima rapidamente milhões de pessoas em todo o mundo.

O Jumbo, porém, estava há mais de uma década com dificuldades financeiras, que foram agravadas por causa da pandemia de coronavírus – os prejuízos acumulados no período chegaram a quase US$ 13 milhões (R$ 66 milhões).




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 554878
Usuários Online: 87
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!