Sovaco de Cobra
Mundo

Phloeodes diabólica o besouro indestrutível

Publicada em 19/10/21 às 05:28h - 185 visualizações

por TechBreak


Compartilhe
Compartilhar a notícia Phloeodes diabólica o besouro indestrutível  Compartilhar a notícia Phloeodes diabólica o besouro indestrutível  Compartilhar a notícia Phloeodes diabólica o besouro indestrutível

Link da Notícia:

Phloeodes diabólica o besouro indestrutível
Phloeodes diabólica o besouro indestrutível  (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O Phloeodes diabólica é um besouro que pode sobreviver ao ser atropelado por um carro, pode suportar bicadas de pássaros e pisadas de animais. Agora, os cientistas descobriram um mecanismo parecido com um quebra-cabeça em seus exoesqueletos que ajuda a pequena criatura a tolerar forças de até 39.000 vezes o seu próprio peso corporal

Esta criatura com cerca de 2 cm de comprimento, também conhecida como besouro de ferro, é encontrada principalmente em florestas de madeira da costa oeste dos Estados Unidos. As coberturas das asas são endurecidas e fundidas, assim como algumas outras espécies de besouro que não voam. Ele tem uma armadura preta nodosa que protege esta espécie de ser esmagada.

Recentemente, os cientistas explicaram como essa armadura é resistente. O diabólico besouro de ferro pode suportar forças muito maiores do que outros membros da mesma família . Eles também revelaram o que o ajudou a sobreviver a cargas 39.000 vezes maiores que seu peso corporal.

Usando técnicas avançadas de imagem, os pesquisadores viram que o besouro tem uma série de juntas em forma de quebra-cabeça entrelaçadas em seu élitro e descobriram que a forma dessas lâminas e sua microestrutura laminada agiam para fortalecer o exoesqueleto.

Eles concluíram que a estrutura forte, porém flexível, permite que os besouros se escondam sob as rochas ou se contorçam em espaços apertados na casca das árvores para se abrigar, suportando um peso extra sem danificar seus órgãos internos.  

Os pesquisadores então usaram impressão 3D e simulações para investigar se essa estrutura geométrica poderia ser usada como um prendedor mecânico para unir diferentes materiais – como plásticos e metal – semelhante ao exigido em turbinas na indústria aeroespacial. 

O estudo descobriu que esses designs diabólicos inspirados em besouros blindados forneceram resistência aprimorada e tenacidade significativamente aumentada em comparação com uma junta de engenharia comumente usada.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 470968
Usuários Online: 82
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!