Esporte

Sexo casual no Catar pode dar prisão até 7 anos; polícia faz alerta a casais para a Copa do Mundo

Local também está fazendo campanha contra pessoas LGBTQIA+

Publicada em 23/06/22 às 06:41h - 56 visualizações

por Lauren Berger, BolaVip


Compartilhe
Compartilhar a notícia Sexo casual no Catar pode dar prisão até 7 anos; polícia faz alerta a casais para a Copa do Mundo  Compartilhar a notícia Sexo casual no Catar pode dar prisão até 7 anos; polícia faz alerta a casais para a Copa do Mundo  Compartilhar a notícia Sexo casual no Catar pode dar prisão até 7 anos; polícia faz alerta a casais para a Copa do Mundo

Link da Notícia:

Sexo casual no Catar pode dar prisão até 7 anos; polícia faz alerta a casais para a Copa do Mundo
 (Foto: grinvalds/ThinkStock)
Nesta terça-feira (21), o jornal britânico "Daily Star" trouxe à tona a preocupação com uma polêmica: o sexo casual no Catar, sede da Copa do Mundo, que começa em novembro deste ano. A relação sexual entre solteiro pode levar os envolvidos a até sete anos de prisão no país.
Segundo a publicação do jornal, as autoridades britânicas estão preocupadas com as penalidades severas no país por "fazer coisas cotidianas aceitas durante e depois dos jogos". A Fifa, autoridade máxima do futebol, vem se posicionando a favor do respeito dos costumes cataris.
"O sexo está muito fora do cardápio, a menos que você venha como marido e mulher. Definitivamente, não haverá sexo casual neste torneio", disse uma fonte policial ao jornal britânico "Daily Star".
A publicação do jornal publicou a matéria com uma foto produzida, com uma torcedora brasileira na cama com um inglês. "Na verdade, não haverá festa alguma. Todo mundo precisa manter a cabeça no lugar, a menos que queiram correr o risco de ficar presos. Existe essencialmente uma proibição de sexo na Copa do Mundo deste ano pela primeira vez. Os torcedores precisam estar preparados", acrescentou a fonte à publicação.
No Catar, o sexo fora do casamento e a homossexualidade são ilegais. Cada um deles tem uma pena de prisão de até sete anos. "A cultura da bebida e da festa após os jogos, que é a norma na maioria dos lugares, é estritamente proibida. Com consequências muito rígidas e assustadoras se você for pego", disse o policial ao Daily Star.
Nasser al-Khater, executivo-chefe da Copa do Mundo FIFA 2022, explicou que demonstrações públicas de afeto são desaprovadas. O Comitê Supremo do Catar para a Copa do Mundo de 2022 também vem fazendo alertas sobre o país ser conservador. "Você quer demonstrar sua visão sobre o LGBTQ+, então demonstre-a em uma sociedade onde ela será aceita", comentou al-Khater.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 554747
Usuários Online: 64
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!