Sovaco de Cobra
Cultura/Entretenimento

Nova York devolve à Itália 200 antiguidades roubadas

Publicada em 16/12/21 às 05:40h - 88 visualizações

por AFP


Compartilhe
Compartilhar a notícia Nova York devolve à Itália 200 antiguidades roubadas  Compartilhar a notícia Nova York devolve à Itália 200 antiguidades roubadas  Compartilhar a notícia Nova York devolve à Itália 200 antiguidades roubadas

Link da Notícia:

Nova York devolve à Itália 200 antiguidades roubadas
O promotor do distrito de Manhattan, Cyrus Vance, fala durante coletiva de imprensa em 5 de outubro de 2021, em Nova York  (Foto: Bryan R. Smith)

Um promotor de Nova York anunciou nesta quarta-feira (15) a devolução para a Itália de 200 antiguidades avaliadas em 10 milhões de dólares, as últimas obras de arte roubadas recuperadas por investigadores americanos.

As obras incluem uma vasilha de cerâmica que data do século VII A.C., chamada "Pithos com Ulisses", e uma imagem em terracota de uma deusa, intitulada "Cabeça de donzela", do século IV A.C. 

O promotor do distrito de Manhattan, Cyrus Vance, disse que 150 das peças eram relacionadas com a investigação feita por seu gabinete sobre Edoardo Almagia, um antiquário italiano radicado em Nova York, que deixou os Estados Unidos em 2003. 

Publicidade

Vance disse que Almagia foi investigado na Itália por traficar e vender artefatos saqueados a compradores americanos, mas continua foragido.

Ele acrescentou que cem das obras de arte devolvidas tinham sido apreendidas no Museu Fordham de Arte Grega, Etrusca e Romana em Nova York. 

O gabinete do promotor do distrito de Nova York devolveu mais de 70 antiguidades a 14 países desde agosto de 2020, incluindo quase 30 relíquias ao Camboja, 100 artefatos ao Paquistão e quase 250 artigos à Índia.

No começo deste mês, Vance anunciou que o proeminente colecionador de arte americana e filantropo milionário Michael Steinhardt tinha devolvido 180 obras de arte e antiguidades roubadas em todo o mundo, algumas da Grécia antiga, por um valor estimado em 70 milhões de dólares.

A medida permitiu ao homem de 80 anos evitar ser denunciado e julgado por enquanto, mas está proibido de adquirir antiguidades no mercado legal de arte pelo resto da vida.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 470895
Usuários Online: 65
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!