Sovaco de Cobra
Cultura/Entretenimento

Carlinhos Maia condenado por violação da honra e do direito autoral

A condenação equivale a R$ 30 mil.

Publicada em 19/08/21 às 07:28h - 145 visualizações

por Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a notícia Carlinhos Maia condenado por violação da honra e do direito autoral  Compartilhar a notícia Carlinhos Maia condenado por violação da honra e do direito autoral  Compartilhar a notícia Carlinhos Maia condenado por violação da honra e do direito autoral

Link da Notícia:

Carlinhos Maia condenado por violação da honra e do direito autoral
A obra adulterada e o adulterador  (Foto: Reprodução)

Quão tragicômico é o fato de um artista desrespeitar deliberadamente o próprio sentido da arte. Um exemplo disso aconteceu em outubro de 2019, em um hotel de Sergipe, quando o humorista Carlinhos Maia, filmado por seu marido, danificou um quadro exposto da artista plástica sergipana Lau Rocha.

À época, o humorista filmou e divulgou o próprio crime, apresentando-o às pessoas como uma intervenção cultural. Disse que se assustou ao ver o quadro da mulher sem rosto e resolveu brincar desenhando olhos e boca na pintura. Na foto da adulteração que praticou na obra e que postou nas redes, Carlinhos colocou o infeliz comentário: "Os hóspedes desse hotel vão me agradecer".

Agora Carlinhos foi condenado a pagar uma indenização de R$ 30 mil à artista plástica por ter violado a honra e o direito autoral, uma vez que a modificação da obra é um direito exclusivo da artista que a criou. Embora à decisão caiba recurso, Lau Rocha se sente contemplada, como se constata em uma publicação sua nas redes sociais: "Embora ainda caiba recurso, essa decisão é uma vitória importante, que exalta o respeito a quem produz a arte que livra da ignorância".

Embora tal ato e o que resultou dele possa arrancar risadas, nada mais é que um crime nada engraçado contra a genuinidade da obra, em particular, e da arte, em seu conjunto. Pense: Se todos imbecis, sob o falso argumento da intervenção movida pela criatividade lúdico-humorística, passassem a adulterar Picasso, Dalí, Bosch, Di Cavalcanti, Potinari e tantos outros, o que seria da memória artística da humanidade.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 470971
Usuários Online: 84
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!