noticias116 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Economia

Petrobras despenca no ranking de distribuição de dividendos

Publicada em 31/08/23 às 07:22h - 385 visualizações

Nova Iguaçu 24 h


Compartilhe
Compartilhar a noticia Petrobras despenca no ranking de distribuição de dividendos  Compartilhar a noticia Petrobras despenca no ranking de distribuição de dividendos  Compartilhar a noticia Petrobras despenca no ranking de distribuição de dividendos

Link da Notícia:

Petrobras despenca no ranking de distribuição de dividendos
Governo Lula reduziu distribuição dos lucros da Petrobras  (Foto: PR)
Depois de chegar à posição de maior pagadora de dividendos do mundo no segundo trimestre de 2022, a Petrobras (PETR4) reduziu significativamente seus dividendos no segundo trimestre de 2023. Foi o maior corte global.

A petroleira pagou US$ 3,4 bilhões em proventos, representando uma queda anual de 64,87%, como resultado de um corte de US$ 6,3 bilhões em relação ao trimestre anterior.

No mesmo período de 2022, a companhia distribuiu proventos no valor de US$ 9,7 bilhões aos acionistas.

Essas informações são do Índice Global de Dividendos da gestora Janus Henderson, que analisa trimestralmente as 1.200 maiores empresas do mundo por capitalização de mercado, representando 85% dos dividendos pagos globalmente. A gestora britânica tem aproximadamente US$ 322 bilhões em ativos sob gestão.

BRASIL SAI DA LISTA DAS 20 MAIS

Assim como ocorreu no primeiro trimestre deste ano, nenhuma empresa brasileira figurou entre as 20 maiores pagadoras de dividendos do mundo, posição ocupada anteriormente pela Petrobras e pela Vale.

Os dividendos das empresas brasileiras listadas no índice apresentaram uma redução nominal de 44% no segundo trimestre, totalizando US$ 4,3 bilhões, em comparação com os US$ 7,7 bilhões do mesmo período em 2022. Dessa forma, considerando-se os efeitos de dividendos extraordinários, taxa de câmbio e outros fatores técnicos, as distribuições das empresas brasileiras tiveram uma queda de 53%. Os dividendos extraordinários das empresas locais caíram 3,1% no segundo trimestre.

Além disso, outras empresas brasileiras presentes no ranking foram Banco do Brasil (US$ 274,5 milhões), B3 (US$ 113,2 milhões), Eletrobras (US$ 89,2 milhões) e Bradesco (US$ 53,1 milhões). A Vale (VALE3) não realizou nenhum pagamento de proventos no segundo trimestre e não apareceu no ranking.

Os dividendos brasileiros caíram, contudo os proventos globais tiveram um aumento de 4,9%, chegando a um recorde de US$ 568,1 bilhões. Esse crescimento foi impulsionado pelos setores bancário e automotivo. Considerando-se, então, os efeitos técnicos, o aumento foi de 6,3%.

As 10 companhias que mais pagaram dividendos no mundo no 2º trimestre de 2023
1 Nestle
2 HSBC Holdings (H1SB34)
3 Mercedes-Benz Group
4 China Mobile Limited (C1HL34)
5 Bayerische Motoren Werke, BMW
6 BNP Paribas
7 Microsoft (MSFT34)
8 Allianz
9 Sanofi
10 Axa



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1595984
Usuários Online: 52
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!