noticias964 Seja bem vindo ao nosso site Sovaco de Cobra!

Economia

Milei anuncia megapacote para recuperar economia da Argentina

Plano contempla a reforma de mais de 300 normas que visam, entre os pontos, desregular a economia do país.

Publicada em 21/12/23 às 10:40h - 761 visualizações

Pleno.News


Compartilhe
Compartilhar a noticia Milei anuncia megapacote para recuperar economia da Argentina  Compartilhar a noticia Milei anuncia megapacote para recuperar economia da Argentina  Compartilhar a noticia Milei anuncia megapacote para recuperar economia da Argentina

Link da Notícia:

Milei anuncia megapacote para recuperar economia da Argentina
Presidente da Argentina, Javier Milei  (Foto: EFE/Enrique García Medina)
O presidente da Argentina, Javier Milei, anunciou na noite desta quarta-feira (20) um plano que contempla a reforma de mais de 300 normas para estabelecer “as bases para a reconstrução da economia argentina e devolver a liberdade e a autonomia aos indivíduos, tirando o Estado de suas costas”.

De acordo com o presidente argentino, o objetivo do plano é “transformar a Argentina em uma potência mundial” e visa “desmantelar a enorme quantidade de regulamentações que impediram, dificultaram e interromperam o crescimento econômico” do país.

Milei anunciou que, nos próximos dias, “sessões extraordinárias serão convocadas” no Congresso e que “um pacote de leis será enviado para complementar essas reformas e avançar o processo de mudança”. O decreto de necessidade urgente (DNU) busca transformar “todas” as empresas estatais em sociedades anônimas para sua “posterior privatização”.

PRIVATIZAÇÃO DE ESTATAIS


O pacote que Milei enviará ao Congresso inclui a revogação do regime de empresas estatais e as regulamentações que impedem a privatização de empresas públicas.

– Recebemos a pior herança da história – lamentou Milei ao anunciar um plano para acabar com o déficit fiscal, um problema endêmico no país sul-americano.

Entre os fardos recebidos dos governos dos últimos anos, em sua maioria peronistas, Milei citou “o déficit consolidado de 15% do PIB, a maior carga tributária do mundo, a falta de reservas no Banco Central, a confiança no crédito destruída, a emissão monetária desenfreada e a crise inflacionária anual de 15%”.

Ele também se queixou dos “inadimplentes em série” que removeram 13 zeros do peso e destruíram cinco outras moedas nacionais, de “duas crises hiperinflacionárias sem guerras, 50% da população abaixo da linha da pobreza, 10% da população destituída e 5 milhões de argentinos que não têm dinheiro para comer”.

O programa do governo inclui a revogação da Lei do Aluguel, a possibilidade de clubes de futebol se tornarem sociedades anônimas, se assim desejarem, e a autorização da transferência total ou parcial da participação acionária da Aerolíneas Argentinas.

SESSÕES EXTRAORDINÁRIAS NO CONGRESSO


O decreto, que será enviado ao Congresso para aprovação em uma sessão extraordinária, também prevê a revogação da Lei de Abastecimento, que prevê sanções contra empresas em casos de escassez de determinados produtos, assim como a revogação da Lei de Gôndolas, que obriga os supermercados a oferecer um número mínimo de produtos fabricados por pequenas empresas.

Além disso, as medidas estabelecem a reforma do Código Aduaneiro para “facilitar” o comércio internacional e vedar “a proibição de exportações”, segundo as palavras de Milei.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 1596029
Usuários Online: 36
Copyright (c) 2024 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!