Cidade

Ex-Secretário de Finanças de Glêdson Bezerra (PODE) faz pedido absurdo à Justiça

Paulo André Pedroza de Lima se viciou em mamar.

Publicada em 07/06/22 às 05:06h - 246 visualizações

por Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a notícia Ex-Secretário de Finanças de Glêdson Bezerra (PODE) faz pedido absurdo à Justiça  Compartilhar a notícia Ex-Secretário de Finanças de Glêdson Bezerra (PODE) faz pedido absurdo à Justiça  Compartilhar a notícia Ex-Secretário de Finanças de Glêdson Bezerra (PODE) faz pedido absurdo à Justiça

Link da Notícia:

Ex-Secretário de Finanças de Glêdson Bezerra (PODE) faz pedido absurdo à Justiça
Ex-Secretário de Glêdson Bezerra (PODE) adquiriu um enorme gosto por mamar nas tetas do poder público  (Foto: Fotomontagem/Fábio Souza Tavares)

O ex-Secretário de Finanças do governo Glêdson Bezerra (PODE), o  advogado Paulo André Pedroza de Lima, processou o editor do Sovaco de Cobra, Fábio Souza Tavares, por conta da matéria "O Secretário de Glêdson Bezerra (PODE) e seu esquema criminoso", do dia 29 de novembro de 2021. Até aí tudo bem. Entendo que ladrão não gosta de ser chamado de ladrão. Ops! Foi mal. Senão vem novo processo. Covardemente apagarei o dito anteriormente. Quis apenas dizer que o causídico supostamente peculatorizou sinuosamente em detrimento subtrativo do erário público.

A primeira audiência, marcada pela 1ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Juazeiro do Norte - CE por determinação do Meritíssimo Giacumuzaccara Leite Campos, está marcada para a tarde do dia 13 de junho, ou seja, a menos de uma semana.

Paulo André, então Secretário de governo quando moveu o supracitado processo, ganhando R$ 10 mil na função e ainda proprietário de um escritório de advocacia e denominado empresário e detentor de vários bens, fez um pedido absurdo à Justiça, conforme consta em sua queixa-crime contra o querelado (acusado): "Inicialmente, pugna o manifestante pela concessão dos benefícios da justiça gratuita, por não possuir recursos financeiros suficientes ao pagamento das custas processuais".

CHUPA ESSA MANGA, SEU JENICOCÓ DOS CACHOS ANELADOS! O homem do pedalinho que fez turismo em terras gaúchas em plena pandemia agora diz que não tem dinheiro para pagar o processo que move contra o Sovaco de Cobra e que pede uma indenização de R$ 5 mil. Dinheiro para andar de pedalinho na capital nacional do vinho tem, mas para me processar não.

Isso é mais uma prova da ausência de integridade moral de tal pessoa. Mamou os R$ 400,00 do Auxílio Emergencial destinado a pessoas carentes em um momento em que o País passava o pior momento de sua História, mamou na Prefeitura e agora quer mamar na Justiça através da gratuidade.

Secretário, como disse um certo vereador, desse jeito até eu enrico. Mas se for para enricar desse jeito, é melhor ficar pobre, pois não existe pobreza humana maior que se banhar de ouro para dissimular o peso da alma enlameada.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentário


João Paulo Teixeira ramos

07/06/2022 - 09:11:33

Eu estarei lá tbm como sua testemunha, colocarei novos fatos ligando a gestão e vários crimes o que obrigará a abertura de outro processo este por vários crimes realizados na gestão ligados diretamente a este forasteiro barato. E direi na frente de todos lá. Agora quero ver se o homem do pedalinho é duro ou uma Maria mole! Aposto que após esta audiência terá muito que se explicar!


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 554874
Usuários Online: 87
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!