Brasil

Jornalismo impresso continua em queda

O mercado do jornalismo impresso não segue a tendência do mercado.

Publicada em 25/07/21 às 07:52h - 87 visualizações

por Fábio Souza Tavares


Compartilhe
Compartilhar a notícia Jornalismo impresso continua em queda  Compartilhar a notícia Jornalismo impresso continua em queda  Compartilhar a notícia Jornalismo impresso continua em queda

Link da Notícia:

Jornalismo impresso continua em queda
 (Foto: Reprodução/Os Pingos Nos Is)

Enquanto a economia brasileira dá sinais de boa recuperação, com projeções do PIB que alcançam 5% de crescimento, o mesmo não acontece com o jornalismo impresso que não acompanha esse reaquecimento das atividades produtivas.

Segundo o Instituto Verificador de Comunicação (IVC), a imprensa tradicional escrita sofreu uma retração de 12,2% no primeiro semestre. Na lista dos cinco jornais que mais sofreram prejuízos estão Super Notícia (-25,2%), O Povo (-12,7%), Correio (11,1%), Zero Hora (-10,4%) e Folha de São Paulo (10%). O Globo, maior jornal de circulação impressa do País, também sofreu encolhimento.

Esse descompasso entre o jornal impresso e a nova dinâmica da economia brasileira não é fruto de uma conjuntura adversa, mas de uma tendência que já vem se apresentando há cinco anos e que se acentuou com a pandemia e a consequente retração econômica resultante das medidas de paralisação e fechamento das atividades produtivas. A verdade é que a imprensa tradicional escrita, embora ainda tenha um grande peso e um público fiel, vem perdendo cada vez mais espaço para as mídias digitais.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 9.9926-5572

Visitas: 655751
Usuários Online: 145
Copyright (c) 2022 - Sovaco de Cobra - www.sovacodecobra.com.br / A sua voz não pode cessar!